Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

25 anos para ‘matador das aldeias’

Pena máxima. O Ministério Público exigiu ontem 25 anos de prisão para Camilo Moreira, o conhecido ‘matador das aldeias’, acusado de cinco homicídios qualificados, um na forma tentada.
16 de Abril de 2008 às 00:30
Camilo negou ontem em tribunal os crimes que confessara à PJ
Camilo negou ontem em tribunal os crimes que confessara à PJ FOTO: José Rebelo

Camilo, que atacava idosos de uma "forma selvagem", é ainda acusado de 23 crimes, 12 de roubo e nove de coacção sexual. Obrigava os homens – a quem roubava os pertences – a baixar as calças para se satisfazer sexualmente, com sexo oral.

Ontem, durante as alegações finais no Tribunal de Vila do Conde, a procuradora, Carla Pimenta, lembrou que o arguido confessou todos os crimes à PJ e a dois juízes de instrução criminal. Durante o julgamento, quando questionado pela juíza-presidente, Camilo negou os crimes que lhe são imputados, excepto o homicídio de um casal à machadada em Janeiro de 2005, em Canidelo, Vila do Conde.

"Não fui eu. É mentira", repetiu sempre que a magistrada o questionava sobre os homicídios. Mas não explicou como é que uma beata de cigarro encontrada no cenário de um dos crimes tinha o seu ADN ou por que foram encontradas as suas impressões digitais no machado recolhido pela PJ, com quem Camilo colaborou na reconstrução dos crimes.

Teresa Ramos, advogada de Camilo, defendeu que o arguido cresceu num "meio hostil" e que "não tem nada nem ninguém". Cabisbaixo e com a face escondida entre as mãos, numa sala repleta, Camilo ouviu Guerra da Mota, advogado de Adriano Silva – uma das vítimas mortais – defini-lo como um "criminoso nato, uma besta humana pouco inteligente e dominada por paixões vis".

PORMENORES

COMEÇOU AOS 16 ANOS

Camilo iniciou-se no mundo do crime aos 16 anos com furtos. Ao todo, soma 20 condenações e 11 anos e seis meses de prisão. Matou quando saiu pela última vez em liberdade condicional.

CULPA AMANTE

Questionado sobre as mortes, Camilo exige justiça e remete as culpas para o amante,Artur, que conheceu nacadeia.

SATISFAÇÃO SEXUAL

Camilo obrigava as vítimas a baixar as calças para se satisfazer. Em 2005 matou um casal de Vila do Conde à machadada e por asfixia

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)