Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

44 funcionários sem salário

Processo Especial de Revitalização tenta manter empresa em funcionamento.
Pedro F. Guerreiro 28 de Março de 2015 às 20:40
Funcionários e sindicatos protestaram esta sexta-feira à entrada da empresa, em Vila Real de Santo António
Funcionários e sindicatos protestaram esta sexta-feira à entrada da empresa, em Vila Real de Santo António FOTO: Luís Costa
Os 44 trabalhadores da Litográfica do Sul que ontem se concentraram em frente às instalações da empresa, em Vila Real de Santo António, para protestar contra o seu possível encerramento, ficaram a saber que os salários de março não serão pagos. E o mesmo poderá acontecer também com os salários de abril.

Esta foi a novidade dada ontem à tarde aos funcionários pela administração da empresa, em conjunto com a administradora judicial responsável pelo Processo Especial de Revitalização (PER), que tenta manter a empresa em funcionamento. "Nesta empresa sempre houve trabalho e o que queremos é que continue assim, porque não queremos ir para o desemprego e força de vontade para trabalhar não nos falta", disse ao CM Ermelinda Ramires, que há 43 anos é funcionária da Litográfica do Sul. Aldina Leal, na empresa há 42, criticou o facto de não haver material para produção. "Exportávamos milhões de rótulos para cervejas e águas para Moçambique, Angola e Madagáscar", contou. Segundo referiu ao CM António Hilário, do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul, há "uma pequeníssima luz ao fundo do túnel".
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)