Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

50 MIL EUROS FALSOS

Um homem foi detido pela Polícia Judiciária no centro de Lisboa, quando, na quarta-feira, transportava 50 mil euros contrafeitos, em notas de 50. Esta foi a segunda maior apreensão de notas falsas durante este ano e a terceira maior desde a entrada em circulação do Euro.
19 de Outubro de 2004 às 00:00
Quanto à sua qualidade, a PJ considera que “não é excelente, mas é muito boa”.
O indivíduo detido, que se encontrava de passagem na capital, transportava as notas que, presumivelmente, terão sido adquiridas em território espanhol, separadas em três sacos de plástico, que se encontravam dentro de uma caixa de sapatos, e esta protegida por um outro saco plástico.
Segundo a PJ, “o indivíduo em causa estava há muito identificado, sendo a sua localização de extrema dificuldade. Por alegadamente estar envolvido noutros crimes, tinha pendentes contra si dois pedidos de paradeiro e um mandado de detenção”. O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial tendo ficado em prisão preventiva.
Segundo elementos fornecidos pela Direcção Central de Investigação da Corrupção e Criminalidade Económica e Financeira da PJ, este ano já foram apreendidas, em todo o País, mais de 12 mil notas falsas (em 2003 foram 11 mil), num valor superior a 900 mil euros.
Foram detidos 43 indivíduos, na sua maioria portugueses, logo seguidos por naturais do Leste europeu, e foram desmanteladas oito fábricas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)