Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

76 equipas de emergência para combater incêndios

Viana do Castelo, Braga, Guarda, Viseu e Coimbra vão ter, ainda este ano, equipas de 1.ª intervenção a incêndios florestais, anunciou ontem o secretário de Estado da Administração Interna, Ascenso Simões, na apresentação do Programa de Formação no Âmbito do Combate a Incêndios Florestais para este ano, realizada ontem nas instalações do Serviço Nacional do Bombeiro e Protecção Civil (SNBPC), em Carnaxide.
15 de Fevereiro de 2007 às 00:00
Os meios aéreos previstos para este ano são semelhantes aos que actuaram nos fogos do último Verão
Os meios aéreos previstos para este ano são semelhantes aos que actuaram nos fogos do último Verão FOTO: Paulo Cunha / Lusa
Segundo Ascenso Simões, este ano serão criadas 60 equipas das 200 que o Governo se propõe criar até 2009. Estas 60 equipas ficarão sediadas em 60 municípios dos cinco distritos acima referidos.
A medida apanhou de surpresa o director da Escola Nacional de Bombeiros e presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Duarte Caldeira, que lembrou ao CM a existência, em municípios como Sintra, de equipas semelhantes às anunciadas pelo governante.
“São grupos de intervenção permanente – há-os já em 16 municípios – compostos por elementos afectos ao Serviço Nacional de Bombeiros e à Associação dos Bombeiros Voluntários, que intervêm só em situação de emergência.”
Ressalvando não saber se as equipas anunciadas pelo secretário de Estado funcionarão nos mesmos moldes das que existem, Caldeira afirmou-se, no entanto, satisfeito com a medida.
Os distritos escolhidos são os mais carenciados, em termos de meios humanos e de risco de incêndio.
Ainda este ano, a prevenção e combate aos incêndios contará também com mais uma coluna nacional de reforço, com mais 40 sapadores florestais (de 166 para 206), mais dez equipas de sapadores militares (de 10 para 20) e mais dois Grupos de Intervenção de Protecção e Socorro (GIPS) da GNR (de três para cinco companhias), anunciou, ainda durante a apresentação do programa de formação, o presidente do SNBPC, Arnaldo Cruz.
"A MAIORIA NÃO TEM FORMAÇÃO"
Fernando Curto, presidente da ANBP
Correio da Manhã – Concorda com as equipas anunciadas?
- Fernando Curto – Tudo o que tem a ver com os reforço dos meios, mais disponibilidade profissional é uma mais-valia. Agora, gostava de saber que formação vão ter. Vão começar agora a ser formados para irem para os incêndios já no Verão. Quais são os critérios para formar essas equipas?
Não é suficiente?
- Que tipo de formação, em que moldes e como é que vai ser ministrada? É que a Escola de Bombeiros não tem disponibilidade para dar formação.
Quem é que vos forma?
- A maioria dos bombeiros não recebeu qualquer formação na escola. A maioria recebe alguma formação nos Corpos de Bombeiros a que pertence.
NÚMEROS
- 1041é o número de formandos que frequentam os cursos de Janeiro até Maio deste ano.
- 250 são os militares da GNR que vão participar no curso de Brigadas Heliotransportadas.
- 52 são os cursos de formação previstos para este ano pela Escola Nacional de Bombeiros.
- 13524 são o número de horas de formação previstas pela Escola de Bombeiros.
- 380 foi o número de candidatos à Companhia Especial de Bombeiros, que só integrará 70.
MENOS FOGOS E MAIS RAPIDEZ
DIMINUIÇÃO
O número de incêndios com áreas superiores a um hectare tem vindo a diminuir desde 1996: menos 25 por cento entre 1996 e 2000; menos 23 por cento entre 2001 e 2005 e menos 15 por cento em 2006, face a 2005, segundo dados do presidente do SNBPC, Arnaldo Cruz.
RAPIDEZ
A diminuição do número de incêndios fica a dever-se, ainda segundo o presidente do SNBPC, ao facto de, em 90 por cento das ocorrências, a duração da intervenção inicial não ultrapassar os 20 minutos e a chegada dos meios não ultrapassar os 15 minutos.
PROTECÇÃO
O Governo vai duplicar o investimento no equipamento dos bombeiros. Uma medida que agrada aos representantes das associações, pois, como Duarte Caldeira (presidente da Liga) lembrou, desde 1980 morreram 31 bombeiros em acidentes e 51 no combate às chamas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)