Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

800 euros de água por pagar

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Braga (AGERE) vai intimar os Bombeiros Voluntários da cidade a pagarem uma factura de 800 euros por terem lavado o acesso a uma obra privada com água da rede pública.
5 de Outubro de 2008 às 00:30
Bombeiros Voluntários de Braga envolvidos em nova polémica
Bombeiros Voluntários de Braga envolvidos em nova polémica FOTO: Sérgio Freitas

O administrador da AGERE admite mesmo avançar com o caso para tribunal, referindo que o processo se encontra em fase de averiguações nos serviços jurídicos da empresa.

Contactado pelo Correio da Manhã, o comandante dos Bombeiros Voluntários, António Cerqueira, explicou: "Os Bombeiros limitaram-se a prestar um serviço que lhes foi solicitado e, por isso, a factura da água gasta deve ser entregue ao empreiteiro ou à Câmara Municipal."

A lavagem do acesso ao Campo das Camélias, junto ao Parque de Exposições, teve lugar no dia 26 do mês passado, horas antes de o presidente da Câmara, Mesquita Machado, ter inaugurado o novo relvado sintético daquele recinto desportivo.

O comandante dos Bombeiros diz-se "tranquilo", assegura que "a corporação continuará a servir a cidade" e afirma que este tipo de acusações têm origem naqueles que há dois anos o quiseram afastar do cargo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)