Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

A invasão de Lisboa

Anastacia não tem tempo para conversas. “Tenho de trabalhar, tenho de trabalhar”, afirma a jovem, oriunda da Estónia, mas a viver em Estrasburgo (França). Acabou de descer da grua que a levou até ao topo do enorme pano laranja, que serve de fundo ao espaço de oração montado no Pavilhão 2 da FIL.
28 de Dezembro de 2004 às 00:00
Durante largos minutos colocou uma cortina branca com vários metros de altura. Antes, pediu para tirar uma foto, do rolo preto e branco. “É para enviar aos meus pais”, explica, com um inglês irrepreensível. Anastacia, 19 anos, está acordada desde as cinco da manhã. “Estou cansada, mas sou voluntária, sei ao que vim.” É a primeira visita a Lisboa. “Vou conhecer a cidade, mesmo à noite, se puder”, afirma. E volta ao trabalho.
SEGUNDA CIRCULAR CHEIA
O 27.º Encontro Europeu de Jovens Taizé começa oficialmente hoje em Lisboa e a chegada dos 450 autocarros previstos promete atormentar o trânsito da 2.ª Circular, pelo menos até à hora de almoço. A maior parte vem pela A1 e tem ponto de encontro marcado para as zonas do Campo Grande/Telheiras e Parque das Nações. A Divisão de Trânsito da PSP tem um esquema de acompanhamento e orientação dos autocarros, no que respeita a itinerários e estacionamento, de modo a facilitar o escoamento de tráfego.
Quem evitou contratempos foi Holger Cerff. Aos 19 anos, este é também seu o primeiro encontro internacional. Viajou de autocarro desde o sul da Alemanha para colocar sinalização nas imediações da FIL. “Estou a ajudar a colocar as indicações para a banca de venda de livros sobre Taizé.” O estudante afirma que é o “espírito cristão” a trazê-lo a Portugal, mas não descarta saídas à noite. Na passagem de ano vai estar na paróquia que o acolhe, mas depois ainda não há nada planeado. “Vou estar com amigos.”
Carlos Faria foi um dos voluntários que durante dois dias ajudou a montar os espaços de oração. O grupo a que pertence ficou encarregue de montar as velas, a piscina e as árvores, que dão outro colorido aos pavilhões. O vimaranense de 25 anos, que viajou de comboio, deseja “que a organização corra bem”, neste seu primeiro encontro Taizé.
Os 40 mil participantes inscritos em Lisboa (20 mil vêm do estrangeiro) começaram a chegar e a ser distribuídos por várias famílias. Hoje há a primeira oração, às 19h30, com uma meditação do irmão Roger, fundador do movimento.
SAIBA MAIS SOBRE TAIZÉ
AINDA ME POSSO INSCREVER?
Sim. Basta dirigir-se aos locais de acolhimento na FIL (para os portugueses situa-se no Pavilhão 1) e inscrever-se, a partir das 09h00.
QUANTO CUSTA A INSCRIÇÃO?
Por uma questão de solidariedade, o preço da inscrição para o encontro varia consoante a nacionalidade dos participantes. Os alemães pagam 80 euros, os polacos 40, os romenos 15 e quem veio da Albânia paga dez euros. Os portugueses pagam 70 euros. O valor inclui o passe para os transportes na área metropolitana de Lisboa, bilhete de metro e as refeições na FIL.
ONDE VOU DORMIR?
O movimento Taizé tem centenas de famílias de acolhimento, ligadas a quase 200 paróquias participantes. Depois da inscrição, o participante é dirigido para uma paróquia, onde será direccionado para a família. Também pode dormir nas igrejas.
O QUE É PRECISO PARA PARTICIPAR?
Saco-cama, uma bíblia, uma caneca – para o café – e fé.
É PRECISO SER CATÓLICO?
Não é condição essencial. O movimento é internacional e ecuménico, aceitando irmãos de diversas origens evangélicas.
DE ONDE VÊM OS PARTICIPANTES?
Lisboa recebe jovens de 48 países. Vinte mil são portugueses, 6000 polacos, 2077 romenos, 1859 sérvios, 1659 italianos e 1100 espanhóis. Mas também estão inscritos jovens de Malta, Marrocos, Guatemala, México, Índia, Austrália, Rep. Dominicana e Japão.
ONDE É QUE SE REALIZARAM OS OUTROS ENCONTROS INTERNACIONAIS?
O primeiro encontro realizou-se em Paris, em 1978. Até Lisboa, o movimento Taizé já fez reuniões em Roma, Londres, Paris, Colónia, Barcelona, Wroclaw, Praga, Budapeste, Munique, Viena, Estugarda, Milão, Varsóvia e Hamburgo. Ainda não há local marcado para o encontro de 2006.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)