Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

"A julgar pela lista eu não sou VIP"

Maria Luís Albuquerque mantém confiança em Paulo Núncio.
José Rodrigues 28 de Março de 2015 às 06:00
Maria Luís Albuquerque foi ouvida esta sexta-feira na Comissão de Orçamento e Finanças
Maria Luís Albuquerque foi ouvida esta sexta-feira na Comissão de Orçamento e Finanças FOTO: António Cotrim/Lusa
A ministra das Finanças rejeitou esta sexta-feira, na Assembleia da República, responsabilidades políticas no caso da lista VIP de contribuintes do Fisco e, em resposta ao deputado do PCP Paulo Sá, ironizou: "A julgar pela lista eu não sou VIP."

Maria Luís Albuquerque refere-se à circunstância de nessa lista de personalidades da vida política, económica e social do País com proteção especial de acesso aos seus dados fiscais por parte dos funcionários do Fisco não constar o seu nome. De facto, segundo revelou há dias o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI), Paulo Ralha, apenas quatro nomes constavam nessa lista: o Presidente da República, Cavaco Silva, o primeiro-ministro, Passos Coelho, o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, e o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio.

A ministra, que foi acusada de estar em silêncio sobre o caso quase duas semanas, aproveitou a oportunidade para sublinhar que mantém a confiança em Paulo Núncio, que, recorde-se, negou qualquer responsabilidade, dizendo que não sabia de nada. Maria Luís justificou-se frisando que "seria um desrespeito pretender que haja um controlo político absoluto sobre tudo o que se passa na Administração Pública". O que a ministra afirma é que a Autoridade Tributária deve ter autonomia e responsabilidade". Note-se que, na sequência da revelação do caso, os dirigentes da AT assumiram as suas responsabilidades, tendo-se demitido o diretor-geral dos Impostos, Brigas Afonso, e o subdiretor-geral José Maria Pires. Mas a oposição quer apurar responsabilidades políticas, tendo inclusivamente pedido a demissão de Paulo Núncio.
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)