Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Abusada por amigo de infância

Uma mulher de 31 anos, residente em Cantanhede, foi violada mais do que uma vez ao longo de meses por um amigo de infância – nunca apresentou queixa "por vergonha", constrangida. Mas a última vez que o pedreiro de 30 anos, vizinho e amigo de longa data, a atacou, decidiu ir à PJ, que ontem anunciou a detenção do violador.
6 de Setembro de 2011 às 00:30
Atacada ao longo de meses
Atacada ao longo de meses FOTO: Getty images

Vítima e agressor moram na mesma aldeia e conhecem-se desde crianças. Chegaram a ser amigos ao longo de vários anos, conta fonte policial. No final de Agosto, o vizinho entrou à força na casa onde reside e violou-a.

A vítima mora com os pais, que se encontram acamados, o que não foi impedimento para o agressor. Segundo fonte da PJ, esta não foi a primeira vez que a violou. Após o primeiro interrogatório judicial, o suspeito ficou proibido de contactar a vítima e de se aproximar de locais frequentados por ela.

Ver comentários