Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Acidente A23: Avança acusação de homicídio por negligência

O Ministério Público proferiu um despacho de acusação de homicídio por negligência sobre a condutora do veículo ligeiro envolvido no acidente com um autocarro ocorrido na A23, em Castelo Branco, em Novembro último, e que causou a morte de 17 pessoas, segundo informação da Procuradoria-Geral da República (PGR).
10 de Setembro de 2008 às 18:13
Acidente A23: Avança acusação de homicídio por negligência
Acidente A23: Avança acusação de homicídio por negligência FOTO: d.r.

De acordo com a mesma fonte, o despacho é datado da última sexta-feira, dia 5 de Setembro. O processo está nas mãos da magistrada Alexandra Martins, do Ministério Público de Castelo Branco, cujos serviços remetem quaisquer esclarecimentos sobre o caso para a PGR.

Recorde-se que o acidente em causa ocorreu a 5 de Novembro de 2007, pelas 20h00, quando um autocarro e um ligeiro de passageiros colidiram, na A23, no sentido Sul/Norte, junto ao nó de Fratel, próximo de Vila Velha do Ródão, caindo ambos por uma ravina com 50 metros de altura.

No autocarro, pertencente à Câmara de Castelo Branco, seguiam 38 pessoas, membros da universidade sénior da cidade, que regressavam de uma visita a Fátima e Nazaré, dos quais 17 acabaram por morrer. Na viatura ligeira seguiam quatro ocupantes que sofreram diversos ferimentos.

O acidente deu origem a uma investigação dirigida pela Brigada de Trânsito da GNR concluída em Agosto último.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)