Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Acidente de Odemira mancha resultado

Em 2007, face ao ano anterior, morreram mais quatro pessoas nas estradas no período do Ano Novo, facto que a Brigada de Trânsito (BT) da GNR atribui ao despiste ocorrido dia 31 de Dezembro em Odemira, que matou quatro homens entre os 24 e os 46 anos.
4 de Janeiro de 2008 às 00:00
Assim, a Operação Ano Novo, que decorreu entre as 00h00 do dia 28 de Dezembro e as 24h00 de anteontem, dia 2 Janeiro, totalizou 1312 acidentes (menos 272 do que em 2006), 15 mortos (mais quatro do que em 2006), 23 feridos graves (menos 14) e 354 feridos ligeiros (menos 135).
Os resultados, para o porta-voz da BT, Lourenço da Silva, “são animadores” quando somados com os obtidos no Natal – no total das duas operações verificou-se 2849 acidentes (menos 497 do que em 2006), 30 mortos (menos 3), 66 feridos graves (menos 23) e 847 feridos ligeiros (menos 138).
“E este Natal [no dia 25] também se verificou um acidente, no IC2, que matou quatro pessoas”, recordou ao CM Lourenço da Silva, considerando que este tipo de acidente – com múltiplas vítimas – não se consegue controlar e mancha sempre as estatístas.
Ou seja, os resultados “menos bons” obtidos no Ano Novo não se podem atribuir a uma maior perigosidade das estradas.
Ver comentários