Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Acidente mata filha de ex-polícia

Um brutal acidente de viação, ocorrido ontem, por volta das 11h00, na A11, a auto-estrada que liga Guimarães a Braga, causou a morte de uma mulher de 30 anos, que se dirigia para o local de trabalho.
4 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Condutora foi projectada para a valeta
Condutora foi projectada para a valeta FOTO: Nuno Fernandes Veiga

Sara Manuela Marques de Freitas Rodrigues, empregada de escritório, filha de um antigo agente da PSP e residente na rua da Bela Vista, em Fermentões, Guimarães, conduzia o carro da irmã mais velha, quando se deu o despiste fatal.

Foi no sentido Guimarães – Braga, na freguesia de S. Martinho de Leitões, numa zona de subida. O Opel Corsa que Sara Manuela Conduzia entrou em despiste, capotou e caiu com o tejadilho em cima do rail do lado direito.

Por força do impacto, o corpo da condutora foi cuspido para a zona de mato, ficando a uns cinco metros do carro, que ficou parcialmente destruído.

"Depois de se despistar e ir à valeta, o carro entrou em voo, numa distância de cerca de 80 metros, até cair, de rodas para o ar, mesmo em cima do rail. Foi um acidente extremamente violento", disse ao CM um automobilista que ali chegou segundos depois da tragédia.

Quando chegaram ao local, os bombeiros de Guimarães, que estão a menos de cinco minutos, encontraram Sara Manuela já cadáver.

Na rua da Bela Vista, em Fermentões, o ambiente era, ontem à tarde, de grande consternação. Vizinhos e familiares nem queriam acreditar que "a menina Sara" tinha sido vítima de um brutal acidente de carro.

Guimarães acidente mulher
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)