Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Acordo para centro contra narcotráfico marítimo

O Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos e a Polícia Judiciária (PJ) assinaram esta segunda-feira um protocolo para a cedência de instalações para o novo Centro de Análise e de Operações contra o Narcotráfico Marítimo, a arrancar durante a presidência portuguesa da União Europeia.
18 de Junho de 2007 às 15:26
Segundo o ministro da Justiça, Alberto Costa, que falava aos jornalistas no final da assinatura do protocolo, “o Centro de Análise e de Operações contra o Narcotráfico Marítimo será integrado por sete países, com a liderança de Portugal, através da Polícia Judiciária, e o objectivo consiste em partilhar informação e com isso permitir operações mais eficazes no combate” a este tipo de tráfico.
Segundo o governante, este projecto surgiu depois de um relatório da Europol onde o combate ao tráfico da cocaína é considerado “essencial” no combate ao crime organizado.
Para Alberto Costa, este centro como um “instrumento de grande importância para dar uma nova eficácia no combate a esse flagelo que é o tráfico de droga”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)