Portugueses condenados a penas de 3 e 4 anos por morte de emigrantes em França

Acidente com emigrantes portugueses na Suíça aconteceu em 2016. Condutor e o tio que era dono da carrinha condenados.
13.06.18
Ricardo Pinheiro, o condutor de 22 anos responsável pelo acidente que matou 12 emigrantes portugueses na Suíça em 2016 foi esta quarta-feira condenado a 3 anos de prisão pelo tribunal de Moulins, em França. O tio, Arménio Pinto, dono da carrinha onde viajavam os emigrantes, foi condenado a 4 anos de prisão.

O Ministério Público de França tinha pedido esta quarta-feira ao tribunal de Moulins, em França, penas de quatro anos de prisão o condutor da carrinha que se despistou em 2016 com vários emigrantes portugueses a bordo, matando 12 deles. Para além do condutor português, também para o tio, proprietário do veículo, era pedida a mesma pena.

O caso aconteceu a 24 de março de 2016, quando a carrinha que trazia um grupo de emigrantes da Suíça para Portugal embateu contra um camião em França. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!