Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Acusada de matar octogenária em Castelo Branco nega crimes

Factos remontam a 10 de fevereiro de 2014.
28 de Outubro de 2014 às 14:47
Arguida deslocou-se à mercearia da octogenária
Arguida deslocou-se à mercearia da octogenária FOTO: Edgar Martins

A mulher de 32 anos acusada de ter matado uma octogenária em Castelo Branco, em fevereiro, negou esta terça-feira em tribunal as acusações e remeteu para uma outra pessoa o eventual crime.


O Tribunal de Castelo Branco começou esta terça-feira a julgar a mulher, acusada de um crime de homicídio qualificado e outro de furto.


Segundo a acusação, os factos remontam a 10 de fevereiro de 2014, quando a arguida se deslocou à mercearia da octogenária, no Bairro Ribeiro das Perdizes, em Castelo Branco.

Apesar de o estabelecimento se encontrar encerrado, a vítima, de 82 anos, após verificar quem estava a bater à porta da mercearia, acabou por a abrir e, já no seu interior, por razões não determinadas, houve uma discussão entre as duas mulheres.


A arguida apoderou-se de uma faca de cozinha e dirigiu-se à vítima, que se refugiou na casa de banho, onde lhe foram desferidos vários golpes na cabeça e no pescoço.


De acordo com a acusação, abandonou depois o local, levando dinheiro [250 euros] e a faca.

homicídio octogenária castelo branco
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)