Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Acusados de assaltos milionários a carrinhas de valores dizem-se inocentes em tribunal

Crimes ocorreram entre novembro de 2015 e janeiro de 2017. Furtaram 282 mil euros.
Aureliana Gomes 1 de Outubro de 2019 às 08:22
A carregar o vídeo ...
Crimes ocorreram entre novembro de 2015 e janeiro de 2017. Furtaram 282 mil euros.
Dois dos nove acusados de assaltos milionários a carrinhas de valores e furtos de automóveis no norte do País falaram, em julgamento, para se dizerem inocentes.

"Não tenho nada que ver com isso", disse um deles ao Tribunal de S. João Novo, Porto. Explicou que apenas trabalhou na oficina do principal arguido - oficina de colocação de películas escurecidas nos carros, onde alegadamente os carros roubados eram transformados.

O outro também se demarcou dos crimes. Confrontado com o facto de ter sido apanhado com um carro com matrícula falsa, disse que se tratou de um erro.

"O carro era meu. Troquei a matrícula com o homem que mo vendeu. Foi um erro", disse. Ontem, foi também ouvido um inspetor da PJ que explicou a forma de atuação dos indivíduos: um ficava ao volante do carro roubado e dois atacavam – com uma caçadeira de canos serrados e com um revólver cromado - os funcionários que se preparavam para carregar as máquinas de ATM.

Os crimes ocorreram entre novembro de 2015 e janeiro de 2017 em Felgueiras, Lousada, Gondomar, Fafe e Vila Nova de Gaia. Furtaram 282 mil euros.
País crime lei e justiça crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)