Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Adiado para fevereiro acórdão de funcionários das finanças acusados de corrupção

Acusados alegadamente passaram informações confidenciais a outros oito arguidos, a troco de 1,4 milhões de euros.
Lusa 16 de Janeiro de 2019 às 17:18
Justiça
Justiça
Justiça
Justiça
Justiça
Justiça

A leitura do acórdão de três funcionários de uma repartição de finanças de Lisboa, acusados de corrupção por alegadamente passarem informações confidenciais a outros oito arguidos, a troco de 1,4 milhões de euros, foi adiada para fevereiro.

A sessão estava marcada para sexta feira, 18 de janeiro, no Tribunal Central Criminal de Lisboa, mas o coletivo de juízes adiou a leitura do acórdão em um mês, para as 14h00 de 18 de fevereiro, disse esta quarta-feira à agência Lusa fonte judicial.

Entre os arguidos há - além dos funcionários das finanças - dois advogados, um engenheiro, dois técnicos oficiais de contas, um comercial, um gráfico e uma colaboradora de um banco que, no âmbito das respetivas funções, obtinham, através dos três funcionários da Autoridade Tributária, elementos pessoais, patrimoniais, bancários e fiscais de terceiros, a troco de dinheiro.

Lisboa Tribunal Central Criminal de Lisboa engenheiro Autoridade Tributária
Ver comentários