Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Advogada responde em tribunal

A advogada Mafalda Horta, investigada em São Tomé e Príncipe por suspeita de envolvimento numa rede de tráfico de crianças, "não pertence nem nunca pertenceu" à ONGD portuguesa - Meninos do Mundo, esclareceu a organização ao CM. Ontem, Mafalda Horta foi ouvida em tribunal e ficou proibida de se ausentar do País. Está acusada de subtracção de menores.
23 de Dezembro de 2011 às 01:00
Mafalda Horta está em São Tomé e Príncipe
Mafalda Horta está em São Tomé e Príncipe FOTO: direitos reservados

"A ligação da Meninos do Mundo à TIA ONG, da qual a referida cidadã é dirigente, resume-se a uma parceria com vista a levar a cabo uma missão humanitária", refere a organização, em comunicado. A Meninos do Mundo que desenvolve, entre outras iniciativas, acções de esclarecimento sobre adopção nos países em vias de desenvolvimento, sublinha que não acolhe crianças e que, ao saber que Mafalda Horta não estava inscrita na Ordem dos Advogados de São Tomé, "informou de imediato os casais desta situação".

TRIBUNAL ADVOGADA MENORES
Ver comentários