Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Advogado critica detenção de autarca de Barcelos e "investigação espetáculo"

Pedro Marinho Falcão disse que o "normal" seria a convocação do autarca para prestar declarações.
Lusa 29 de Maio de 2019 às 15:49
Miguel Costa Gomes
Miguel Costa Gomes FOTO: Direitos Reservados

O advogado Pedro Marinho Falcão classificou esta quarta-feira de "absolutamente inadmissível e inaceitável" a detenção do presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes, e acusou o Ministério Público (MP) de promover uma "investigação espetáculo".

Em declarações à Lusa, Pedro Marinho Falcão disse que o "normal" seria a convocação do autarca para prestar declarações e consequente aplicação das medidas de coação consideradas adequadas.

"Este circo mediático de colocar um presidente de câmara sob medida de detenção inibitória da liberdade é absolutamente inadmissível e inaceitável e é o produto da forma como o MP conduz a investigação em Portugal", referiu.

Portugal Miguel Costa Gomes presidente da Câmara de Barcelos Pedro Marinho Falcão Ministério Público
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)