Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Advogado do Porto sequestra a filha durante 52 dias

Inconformado com decisão que o impedia de ver a menor de 12 anos, foi buscá-la à escola e levou-a para Espanha.
Liliana Rodrigues 13 de Julho de 2019 às 01:30
Suspeito já se tinha ausentado com a filha para parte incerta durante uma semana
Rapariga
Menina
Suspeito já se tinha ausentado com a filha para parte incerta durante uma semana
Rapariga
Menina
Suspeito já se tinha ausentado com a filha para parte incerta durante uma semana
Rapariga
Menina
Divorciado da mulher com a qual teve uma filha, foi buscar a menor à escola e, sem qualquer aviso, fugiu com ela.

Estiveram cerca de uma semana em local incerto, a pernoitar em residenciais. Após o alerta, a PJ do Porto resgatou a menina, hoje com 12 anos, e comunicou o caso ao Tribunal de Família e Menores, que decidiu que o homem de 50 anos, residente no Porto, ficaria proibido de contactar com a jovem.

Inconformado, dias depois, foi de novo recolher a filha ao estabelecimento de ensino e fugiu com ela para Espanha, onde esteve 52 dias. Acabou detido e, indiciado por sequestro qualificado, ficou em prisão domiciliária com pulseira eletrónica.

O suspeito é advogado, mas não exerce atualmente a profissão. Foi localizado no país vizinho após as autoridades portuguesas terem emitido um mandado de detenção europeu.

A detenção do sequestrador só foi possível graças à colaboração com as autoridades espanholas. O suspeito foi depois transportado para Portugal e presente a primeiro interrogatório judicial.

Uma vez que esta já não era a primeira situação de sequestro da menor - já que não fazia qualquer aviso sobre o local para onde levava a filha -, o juiz entendeu que só poderia travar o ímpeto de se ausentar do País com a descendente impondo-lhe a medida de coação de obrigação de permanência na habitação, com vigilância eletrónica.

A criança foi entretanto entregue aos cuidados da mãe e, quando foi resgatada, estava bem de saúde.
Porto crime lei e justiça polícia questões sociais crime Portugal Polícia Judiciária prisão domiciliária
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)