Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Advogados entregam habeas corpus para libertar mãe que abandonou recém-nascido no lixo

Varela de Matos é um dos advogados e candidato a Bastonário da Ordem dos Advogados.
Correio da Manhã 11 de Novembro de 2019 às 20:01
Recém-nascido encontrado num caixote do lixo em Lisboa
Recém-nascido encontrado num caixote do lixo em Lisboa FOTO: INEM
Três advogados entregaram esta segunda-feira um habeas corpus no Supremo Tribunal de Justiça para tentar libertar a jovem sem-abrigo, de 22 anos, que abandonou o filho recém-nascido num ecoponto em Lisboa. 

"Habeas corpus contra prisão ilegal. 
Acabou de dar entrada no Supremo Tribunal de Justiça, a providência para a libertação da cidadã Sara, cabo-verdiana, em prisão preventiva, em Tires", pode ler-se numa publicação na rede social Facebook, partilhada por Varela de Matos, candidato a Bastonário da Ordem dos Advogados. 

"A malta advocante não se conforma e quer fomentar a discussão. Aguardemos. Está aberto o debate?. Venham todos os contributos. Com elevação", sublinhou.



A mãe do bebé recém-nascido encontrado num caixote do lixo ficou em prisão preventiva no passado dia 8 de novembro, após ter sido ouvida por um juiz no Tribunal de Instrução Criminal, em Lisboa.




Supremo Tribunal de Justiça Lisboa questões sociais política crime lei e justiça polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)