Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Afirma que o tentaram raptar

Um estudante de 13 anos sofreu anteontem de manhã uma tentativa de rapto no caminho de casa para a Escola EB 2,3 de Lourosa, Santa Maria da Feira. Embora não haja testemunhas, os professores e as autoridades policiais consideram a história credível e a Polícia Judiciária do Porto está a investigar o caso.
7 de Maio de 2008 às 00:30
Criança foi aliciada a entrar no carro e agarrada pelo suspeito
Criança foi aliciada a entrar no carro e agarrada pelo suspeito FOTO: Francisco Manuel

O jovem, aluno do 8.º ano, morador na rua do Comércio, saiu de casa como habitualmente, de mochila às costas, para mais um dia de aulas. Percorreu pouco mais de um quilómetro e quando estava a cerca de 400 metros da escola, junto à pastelaria João Paulo II, foi abordado por um indivíduo que descreveu como 'alto e gordo, cabelo preto, sobrancelhas grossas e bigode'.

Segundo o menor, o homem, que conduzia um Mercedes cinzento, parou ao seu lado e ofereceu-lhe boleia até à escola. Lembrando-se dos conselhos dos pais, recusou e retomou a marcha, até porque eram quase 08h30 e estava perto do toque de entrada. O suspeito não desistiu e saiu do carro, exibindo um telemóvel Nokia cinzento, numa derradeira tentativa de o aliciar.

Mais uma vez, o jovem não aceitou. Perante nova recusa e sem outros argumentos, o homem tentou agarrá-lo para o fazer entrar no carro.

Em fuga e assustado, o menor acabou por contar tudo a um professor. O CM sabe que o caso foi comunicado à GNR pelo pai cerca das 20h00 do mesmo dia e posteriormente encaminhado para a PJ.

Na rua e em todo o trajecto para a escola ninguém se apercebeu do que se passava. No entanto, quando tiveram conhecimento, os muitos populares que o CM contactou mostraram-se muito preocupados. 'Pensávamos que isto era só nas grandes cidades e por isso estávamos à vontade. Agora vamos ter muito mais cuidado', confessou uma moradora local.

Ver comentários