Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Agente detido nega agressão a idosa

O agente da PSP que está em prisão preventiva acusado de roubo, sequestro e agressão a uma idosa, de 84 anos, nos Olivais, em Lisboa, nega ter dado "socos e pontapés" à vítima. Segundo o CM apurou, Nuno A. disse a familiares o que visitaram na cadeia de Elvas que "não fez mal nenhum" à vítima.

10 de Maio de 2009 às 00:30
Ana Borges disse ter sido “pontapeada e esmurrada”
Ana Borges disse ter sido “pontapeada e esmurrada” FOTO: Manuel Moreira

Os pais do agente, que ficaram bastante transtornados com a situação, não quiseram prestar declarações, alegando que "é só mentiras o que andam a dizer". "Ele diz que não lhe fez mal nenhum nem lhe deu socos e pontapés."

O agente da PSP, de 32 anos, e um cúmplice foram detidos pela PJ de Lisboa ainda na posse do ouro roubado a Ana Borges, que abriu a porta de casa ao ver "um polícia fardado". Nuno A. foi detido na aldeia onde reside, Portela de Santa Margarida, Constância. A sua detenção não passou despercebida aos vizinhos que o conhecem.

"Não é daquelas pessoas em que se pode confiar, mas não fazia ideia de que andasse metido em roubos e assaltos", disse um amigo de infância, que pediu para não ser identificado, acrescentando: "Nunca devia ter sido aceite na polícia. Sempre teve pinta de artista e pouca responsabilidade."

Nuno A. concorreu à PSP após a tropa e foi operacional no Comando Metropolitano de Lisboa até 2002, ano em que passou a desempenhar funções administrativas no núcleo de Saúde até 2006. Depois pôs licença sem vencimento.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)