Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Agentes são motoristas

Vários comandantes de Divisão da PSP estão a escalar agentes que fazem serviços burocráticos para servirem de motoristas aos oficiais de serviço. Por fazerem este trabalho, os polícias recebem subsídio de turno, mesmo sem efectuarem qualquer patrulha.

27 de Outubro de 2008 às 00:30
Um despacho dá subsídios de turno aos polícias de secretaria
Um despacho dá subsídios de turno aos polícias de secretaria FOTO: Jorge Paula

Segundo o estatuto da PSP, os agentes que efectuam trabalho de secretaria não têm direito ao subsídio de turno e patrulha. No entanto, graças a um despacho do Comando Metropolitano de Lisboa, alguns elementos policiais estão a receber os 120 euros extras.

Para o conseguirem têm de, pelo menos uma vez por mês, trabalhar 24 horas por dia. Após as sete horas de trabalho normal, o polícia fica adjudicado ao oficial de serviço à Divisão, conduzindo a viatura onde este faz a ronda nocturna. Após este trabalho, o agente tem normalmente um dia de folga.

Fonte da Direcção Nacional da PSP disse ao CM que esta medida se "destina a combater a escassez de pessoal. O pagamento de subsídio, no entanto, só é devido se o agente tiver as horas necessárias", relatou a mesma fonte.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)