Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Agredia a sogra por recusar ter relações sexuais

Mãe e filha eram vítimas da violência do agressor, em Ferreira do Zêzere.
José Durão 25 de Setembro de 2020 às 01:30
Violência doméstica
Vítima era isolada da família
Violência doméstica
Vítima era isolada da família
Violência doméstica
Vítima era isolada da família
A GNR deteve um homem, de 59 anos, suspeito de violência doméstica por agressões físicas, psicológicas e sexuais sobre uma mulher, de 20 anos, e a sua mãe, de 46, no concelho de Ferreira do Zêzere.

Durante a investigação, os militares da GNR apuraram que o suspeito manteve uma relação amorosa com as duas e agrediu física e psicologicamente a sua companheira, quase quarenta anos mais nova, perseguindo-a e vigiando todos os seus movimentos recorrendo às redes sociais, e, a certa altura, chegou a ameaçá-la de morte, com recurso a uma arma branca e a uma seringa.

Além da sua companheira, a sogra do arguido também foi agredida, por a certa altura se recusar a manter relações sexuais com o homem. Segundo informou ontem a GNR, a detenção deveu-se ao risco de o agressor continuar a atividade criminosa caso permanecesse em liberdade.

Foi ouvido em primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Santarém e acabou em liberdade, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de proibição de contactar e de se aproximar das vítimas, medida monitorizada através de pulseira eletrónica.
Ver comentários