Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Agrediram juízes e levam cadeia

Nove e dez anos de prisão foram as penas aplicadas ontem, em cúmulo jurídico, aos dois irmãos traficantes de Santa Maria da Feira que, a 25 de Junho de 2008, agrediram os juízes do colectivo depois de ouvirem a sentença – por tráfico – que não esperavam.

19 de Maio de 2012 às 01:00
Os dois irmãos e alguns familiares foram detidos logo após as agressões aos juízes
Os dois irmãos e alguns familiares foram detidos logo após as agressões aos juízes FOTO: Sónia Caldas

Pelas agressões, os dois homens - que tiveram ao seu lado, no banco dos réus do Tribunal de S. João da Madeira, a mãe e a irmã, que levaram penas suspensas - foram sentenciados com quatro anos e quatro anos e meio, pelo que foi necessário fazer um cúmulo com as punições por tráfico. Contas finais: nove anos para José Carlos, que também paga uma multa de 650 euros, e dez anos para Pedro Jorge.

A 25 de Junho de 2008, José Carlos e Pedro Jorge, de 38 e 32 anos, agrediram os juízes instantes depois de serem condenados por tráfico de droga. O cenário de pancadaria decorreu numa sala improvisada, no quartel dos Bombeiros da Feira, dias após o tribunal local ter sido encerrado por ordem do Ministério da Justiça, devido ao risco de derrocada. Naquela pequena sala, estavam dezoito arguidos distanciados a escassos centímetros da assistência e sem nenhuma barreira a separá-los de magistrados e advogados.

A segurança era feita por três agentes da PSP, enquanto os restantes estavam junto à porta e no exterior, por falta de espaço.

Pedro e José, presos a cumprir as penas por tráfico - as condenações pelas agressões só recentemente transitaram em julgado -, têm beneficiado de várias saídas precárias.

S. JOÃO DA MADEIRA AGRESSÃO CADEIA JUÍZES
Ver comentários