Agressor de mulher ligou à PSP: “Venham rápido senão eu mato-a”

Homem chamou a PSP e ameaçou vítima em frente aos agentes, em Oeiras.
Por Miguel Curado|20.03.19

A PSP de Carnaxide, Oeiras, recebeu uma chamada telefónica de um homem, de 59 anos, no passado fim de semana, a exigir a presença rápida de agentes. "Venham rápido senão eu mato-a", terá alegado o homem que, já na sua residência, viria a ser preso por ter tentado estrangular a companheira e a ter ameaçado de morte em frente aos polícias.

A intervenção ocorreu pelas 00h15 de sábado. Quando a patrulha da PSP de Carnaxide chegou ao local deparou-se com o suspeito exibindo um comportamento muito agressivo. Ao mesmo tempo que injuriava os polícias, ameaçava de morte a mulher. Por esse motivo foi, imediatamente, detido.

Questionada pelos polícias, a vítima disse já ter feito inúmeras denúncias contra o marido por agressão. Assegurando que o homem se encontrava alcoolizado naquele momento, explicou que o marido iniciou uma discussão sem qualquer motivo aparente e que lhe lançou as mãos ao pescoço. Acrescentou que o companheiro a tentou estrangular e que só a custo se conseguiu libertar.

Levado sob detenção para a esquadra da PSP de Carnaxide, o homem foi presente a um juiz de instrução criminal do Tribunal de Oeiras. O magistrado judicial sujeitou-o a apresentações periódicas numa esquadra da PSP e obrigou-o ainda a abandonar a residência que partilhava com a companheira. Está também proibido de contactar a vítima. Para evitar que se aproxime da mulher, o agressor vai ser vigiado através de uma pulseira eletrónica.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!