Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Agride bombeiros, rouba ambulância e acaba socorrido após despiste em Évora

Homem fez 14 quilómetros na viatura e ainda tentou fugir a pé.
Correio da Manhã 26 de Julho de 2021 às 08:44
Ambulância ficou inoperacional após despiste
Bruno Louro, comandante dos bombeiros
Ambulância ficou inoperacional após despiste
Bruno Louro, comandante dos bombeiros
Ambulância ficou inoperacional após despiste
Bruno Louro, comandante dos bombeiros
Os Bombeiros de Portel tiveram de socorrer por duas vezes o mesmo homem, de 27 anos, na mesma tarde. A primeira vez após este ter caído durante uma festa, no sábado. A segunda foi já depois de ter roubado a ambulância aos operacionais e percorrido cerca de 14 quilómetros. Despistou-se e foi encontrado pelos bombeiros e pela GNR, que o deteve.

Antes de escapar com o veículo, que ficou inoperacional, ainda agrediu os dois bombeiros. "Um dos tripulantes sofreu ferimentos ao nível da face, do tórax e na zona lombar. Foi assistido no Hospital de Évora", explicou este domingo ao CM Bruno Louro, comandante dos Bombeiros de Portel. "O condutor da ambulância saiu em auxílio do colega e também foi agredido, mas não necessitou de tratamento hospitalar. Ficaram abalados com toda a situação", referiu o responsável.

A ambulância foi localizada através do SIRESP e o homem ainda tentou fugir a pé. Vai esta segunda-feira a tribunal.
GNR Évora Bombeiros de Portel questões sociais crime lei e justiça polícia forças policiais
Ver comentários