Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Agride militares em festa de anos

Uma festa de anos no café Capri, no Largo Vilarinho, em Macieira da Maia, Vila do Conde, terminou com o aniversariante, e dono do estabelecimento, a agredir a GNR, ontem de madrugada. Os clientes insurgiram-se também contra os militares, que acabaram por necessitar de receber tratamento hospitalar. O proprietário acabou detido e irá hoje a tribunal.
17 de Outubro de 2011 às 01:00
Joaquim Maia agrediu os militares da GNR ontem de madrugada. Foi detido e irá hoje a tribunal
Joaquim Maia agrediu os militares da GNR ontem de madrugada. Foi detido e irá hoje a tribunal FOTO: Miguel Pereira da Silva

Joaquim Maia, dono do estabelecimento, explicou ao Correio da Manhã que fazia anos e que, por isso, reuniu um grupo de amigos e festejou com eles até às 04h00 da madrugada. Uma vez que o estabelecimento estava a funcionar fora do horário para o qual tinha licença, alguns vizinhos ligaram para a GNR e queixaram-se do barulho que vinha do café.

Os militares de Vila do Conde deslocaram-se até ao local e pediram ao proprietário que se identificasse.

"Eles entraram e pediram que me identificasse e eu disse que tinha de ir ao carro. Eles não deixaram e afirmaram que estava detido", disse Joaquim.

A confusão gerou-se quando os militares, depois da ordem de detenção, quiseram algemá-lo e metê-lo na carrinha. O detido reagiu e agrediu os militares, que tiveram de pedir reforços à GNR da Póvoa de Varzim.

MAIA AGRESSÕES GNR TRIBUNAL
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)