Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Água contaminada revolta população

"Não tenho água há um dia. Nas lojas, os garrafões estão esgotados. Os bombeiros não conseguem responder à procura. Podiam ter avisado que iam fazer um corte tão drástico." A revolta é de Patrícia Caetano, moradora no lugar da Gandra, em de São Pedro da Cova, Gondomar, que desde anteontem não tem água na torneira devido a uma bactéria.
12 de Setembro de 2010 às 00:30
Bombeiros de Valbom abasteceram dezenas de populares que ficaram sem água desde anteontem à noite
Bombeiros de Valbom abasteceram dezenas de populares que ficaram sem água desde anteontem à noite FOTO: Joana Neves Correia

"O problema surgiu numa análise feita ontem [anteontem] num café da rua Rio Ferreira, na qual foi detectada uma bactéria em não conformidade. De imediato foi esvaziada toda a conduta de abastecimento dos lugares de Gandra, Mó e Carvalhal", explicou ao CM o autarca de São Pedro da Cova, Daniel Vieira, garantindo que a água deveria voltar às torneiras ontem à noite.

Mas só hoje, à hora do almoço, sairá o resultado da análise que permitirá saber quando a água poderá voltar a ser consumida. "Foi tudo pensado na máxima segurança da população", acrescentou .

Ontem à tarde, dezenas de moradores tiveram de esperar na rua, munidos de garrafões e de baldes, para se abastecerem de água no camião-cisterna dos bombeiros de S. Pedro da Cova e de Valbom, que percorreram as três localidades.

"Assim já posso cozinhar em segurança, visto que da torneira nem uma pinga cai. O pior é para tomar banho. Mas assim já posso, pelo menos, lavar a cara", referiu Maria Silva.

Ver comentários