Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Água quente pode trazer mais tubarões

As autoridades admitem que possam vir a ocorrer novos avistamentos de tubarões, se a água do mar se mantiver quente.
21 de Agosto de 2011 às 00:30
Tubarões
Tubarões FOTO: Gary J. Wood/EPA

As duas praias da Costa Vicentina, no Algarve, onde foram avistados tubarões na sexta-feira estavam ontem praticamente desertas. Mais do que o receio dos tubarões, os turistas fugiram da chuva e do vento que se fizeram sentir durante todo o dia.

De acordo com o comandante Cruz Martins, responsável pelas Capitanias de Portimão e Lagos, "é expectável que nos próximos dias possam ser avistados mais tubarões". Este responsável salienta que "esta situação tem acontecido nos últimos anos, sobretudo na zona de Sagres".

Cruz Martins explica que no ano passado chegou a acompanhar num barco especialistas da Universidade do Algarve, que identificaram tubarões-martelo na zona de Sagres. Estes animais "não são considerados perigosos para o homem, mas têm um grande porte, pelo que, se alguém estiver dentro de água, deve, por precaução, afastar-se deles", explica. "O aparecimento dos tubarões deve-se ao facto de estes se deslocarem em correntes de águas mais quentes", frisa Cruz Martins.

Ontem, na praia do Zavial, onde tinha sido avistado um tubarão na sexta-feira, estiveram pouco mais de uma dezena de pessoas. "Ninguém manifestou receio", revela Francisco Barros, nadador-salvador.

Na praia das Furnas, a cerca de um quilómetro de distância, também se contavam pelos dedos os banhistas. Os espanhóis David Alvear e Pablo Dominguez, que estão acampados junto à praia, viram um tubarão no dia anterior. Ontem, não foram tomar banho, mas garantem que não foi por receio de tubarões: "O tempo está desagradável e o mar agitado, pelo que preferimos ficar a jogar à bola."

ALGARVE TUBARÕES COSTA VICENTINA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)