Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Alemão leva filha de mulher morta

A Polícia Judiciária de Portimão já tem a identidade do cidadão alemão que, no passado domingo, abandonou uma mulher morta à beira-mar, na praia do Canavial, em Lagos. Os dois tinham estado a brincar na água, e a morte pode ter sido acidental, mas o homem desapareceu e levou consigo a filha da vítima, uma menina com cerca de um ano e meio de idade, que constitui agora a principal preocupação da Judiciária.
15 de Julho de 2010 às 00:30
Praia do Canavial tem acesso difícil, mas testemunhas viram o casal
Praia do Canavial tem acesso difícil, mas testemunhas viram o casal FOTO: Armindo Vicente

O casal e a criança estiveram hospedados numa unidade hoteleira na zona da Meia Praia, onde a PJ recolheu elementos de identificação. A mulher tinha 30 anos e era de origem angolana. A autópsia, realizada anteontem, confirmou a morte por afogamento, mas apurou mais pormenores importantes para a investigação, que estão agora sob segredo das autoridades.

Fotografias do homem e da criança foram divulgadas a todas as polícias, mas existe a possibilidade de o fugitivo já não estar em Portugal. A principal preocupação da PJ é a segurança da criança, até porque ainda não tem confirmação oficial de que a mulher e o homem fossem casados, ou que o homem seja o pai da menina. A investigação carece agora de respostas que têm de chegar do estrangeiro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)