Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Alenquer: Acusados de assalto violento condenados a 6 e 9 anos de prisão

O Tribunal de Alenquer condenou quatro arguidos, entre os 21 e os 28 anos, a penas de prisão efectiva entre os 6 e os 9 anos pelos crimes de roubo qualificado na forma tentada, de falsificação de matrículas automóveis e de detenção de arma proibida. Dois deles estavam também acusados de crime de incêndio e um outro de homicídio qualificado, na forma tentada.
4 de Julho de 2012 às 11:52
O Tribunal de Alenquer  condenou  quatro arguidos, entre os 21 e os 28 anos, a penas de prisão efectiva entre os 6 e os 9 anos
O Tribunal de Alenquer condenou quatro arguidos, entre os 21 e os 28 anos, a penas de prisão efectiva entre os 6 e os 9 anos FOTO: d.r.

Um dos arguidos foi condenado também à expulsão do país por 10 anos.

Três dos arguidos eram reincidentes e isso terá pesado na decisão do colectivo de juízes. Havia um primário, mas foi considerado o mentor do grupo.

Em Novembro, deslocaram-se num veículo com matrículas falsas ao Carregado, onde tentaram entrar na ourivesaria empunhando uma caçadeira furtada. Como a porta estava fechada, partiram os vidros da montra com martelos. Os actos chamaram a atenção do proprietário da ourivesaria, que respondeu apontando a arma de defesa pessoal aos assaltantes.

 

Um dos suspeitos disparou, de seguida, dois tiros em direcção ao homem, que se desviou e acabou por não ser atingido e que respondeu também com tiros, atingindo o agressor, que permaneceu ferido no interior da ourivesaria. Os restantes colocaram-se em fuga.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)