Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Ator pornográfico condenado a 14 anos de prisão por matar jovem de 22 anos

Crime ocorreu em dezembro de 2018.
Correio da Manhã e Lusa 21 de Novembro de 2019 às 15:07
Tribunal
Tribunal
O ator pornográfico que matou um jovem de 22 anos em dezembro de 2018 foi condenado, esta quinta-feira, pelo Tribunal de Viana do Castelo a 14 anos de prisão.

Fábio Araújo, de 29 anos, afirma que não tinha intenção de matar.

Carlos Ferraz, que era tido como cúmplice, foi absolvido com ordem de libertação imediata.

Estas decisões do tribunal causaram revolta aos familiares da vítima.

A leitura do acórdão foi rodeada de fortes medidas de segurança por parte das forças policiais.

No final da leitura, ainda no interior da sala de audiências, os familiares do jovem de 22 anos morto à facada em dezembro de 2018 protagonizaram momentos de revolta, gritando "palhaçada" e "injustiça".

Os agentes da PSP presentes no interior do tribunal mobilizaram-se para impedir desacatos que vieram a ocorrer já no exterior do edifício, na principal avenida da cidade, quando o homem condenado entrou na carrinha celular.

Nessa altura, viveram-se momentos de muita tensão, com os agentes da PSP a agarrarem os familiares da vítima para evitar que chegassem ao carro celular.

Os familiares da vítima permaneciam, pelas 15h10, no exterior do tribunal, a aguardar a saída do homem que foi absolvido, sendo vigiados de perto por mais de uma dezena de elementos da polícia, à paisana e fardados.

Tribunal de Viana do Castelo crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)