Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Despiste de autocarro atira 29 pessoas para a morte na Madeira

Autocarro caiu de uma ribanceira no Caniço. Há 27 feridos, dois dos quais portugueses.
João Tavares, Magali Pinto e João Carlos Rodrigues 17 de Abril de 2019 às 19:05
Autocarro cai sobre casa e mata 29 pessoas na Madeira
Operações no local da tragédia na Madeira
Operações no local da tragédia na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Retirada do autocarro do local da tragédia
Retirada do autocarro do local da tragédia
Retirada do autocarro do local da tragédia
Retirada do autocarro do local da tragédia
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Tragédia com autocarro causa pelo menos 28 mortos
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro cai sobre casa e mata 29 pessoas na Madeira
Operações no local da tragédia na Madeira
Operações no local da tragédia na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Retirada do autocarro do local da tragédia
Retirada do autocarro do local da tragédia
Retirada do autocarro do local da tragédia
Retirada do autocarro do local da tragédia
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Tragédia com autocarro causa pelo menos 28 mortos
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro cai sobre casa e mata 29 pessoas na Madeira
Operações no local da tragédia na Madeira
Operações no local da tragédia na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Retirada do autocarro do local da tragédia
Retirada do autocarro do local da tragédia
Retirada do autocarro do local da tragédia
Retirada do autocarro do local da tragédia
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Tragédia com autocarro causa pelo menos 28 mortos
Autocarro com 57 passageiros caiu de ribanceira na Madeira
Pelo menos 29 pessoas morreram esta quarta-feira na tragédia com um autocarro na Madeira. As vítimas são 11 homens e 18 mulheres. 

Das 29 vítimas mortais, uma é portuguesa e as restantes de nacionalidade alemã. Os turistas perderam a vida na queda do veículo por uma ribanceira. Já a vítima nacional foi atropelada pelo pesado.

Uma mulher, estrangeira, morreu já ao início da noite no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal. Há ainda 27 feridos a registar - todos de nacionalidade alemã à exceção do condutor e guia que são portugueses. 

Três dos feridos, dois de nacionalidade portuguesa, tiveram de ser encaminhados para o bloco operatório em estado grave. 

O autocarro despenhou-se por uma ribanceira na Quinta Splendida, no Caniço, Madeira. O acidente ocorreu na curva junto ao entroncamento da estrada da Ponta da Oliveira com a rua Alberto Teixeira. Tudo indica que o autocarro tenha perdido os travões durante o percurso, pouco tempo depois de abandonar o hotel. 

Segundo o CM apurou, o condutor do autocarro tentou evitar a tragédia, atirando o veículo pesado contra um muro. Testemunhas referem que na estrada ficou um rasto de peças da viatura.

De acordo com a Proteção Civil "todos os autocarros estão devidamente identificados" e "tudo estava em segurança".

O grupo estava em Santa Cruz e deslocava-se para o Funchal. O presidente da Câmara de Santa Cruz afirmou que o grupo estava hospedado na unidade hoteleira de Quinta Splendida. 

Segundo a Proteção Civil da Madeira, o alerta para o acidente ocorreu pelas 18h30 e foram deslocados para o local vários meios, incluíndo duas viaturas de emergência médica, várias âmbulancias e uma viatura de apoio ao desencarceramento, no total de 19 veículos e mais de 40 operacionais.

Pelas 21h00 a Força Aérea já tinha em estado de prontidão os dois Falcon com as respetivas equipas médicas e um C295 para se deslocar à Madeira e transportar os feridos caso fosse necessário.

De salientar que foi criada uma morgue provisória junto ao aeroporto do Funchal para que os corpos das 29 vítimas sejam autopsiados.

Não há vítimas em risco de vida e feridos portugueses estão "estáveis"
Os dois feridos portugueses no acidente com um autocarro turístico na Madeira "estão estáveis" e não há vítimas em risco de vida, garantiram esta quinta-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros e o vice-presidente do Governo Regional.

Falando aos jornalistas pouco minutos depois de aterrar na ilha da Madeira, o ministro Augusto Santos Silva afirmou que a informação de que dispunha é que "não há nenhuma pessoa em risco de vida neste momento".

Meios de socorro procuram vítimas debaixo do autocarro
Ao início da madrugada desta quinta-feira, os meios de socorro começaram a efetuar as operações para retirar o pesado do local da tragédia.

Antes de o levantar, com o auxílio de uma grua, os meios no local passaram largos minutos a inspecionar o local com lanternas para garantir que não havia mais vítimas debaixo do veículo ou nas proximidades.

O veículo só começou a ser levantado cerca das 3h00 desta quinta-feira.

Tragédia semelhante ocorreu há 13 anos
A 23 de dezembro de 2015, um autocarro de turismo também capotou, na zona de São Vicente, provocando cinco mortos e três feridos muito graves, entre eles um bebé de nove meses.

Casa trava queda do autocarro
A queda do autocarro só foi travada por uma casa existente naquela ribanceira. A viatura pesada parou cerca de 10 metros abaixo da estrada onde circulava. A habitação terá sofrido alguns danos.

PORMENORES 
Autocarro fretado
O autocarro que se despistou pertence à empresa SAM - Sociedade de Automóveis da Madeira e tinha sido fretado pela agência Travel One, com sede no Funchal. O autocarro acidentado tinha cinco anos de serviço e estava inspecionado.

IML envia equipa
O Instituto Nacional de Medicina Legal mobilizou à noite uma equipa de três médicos legistas e outros três técnicos para ajudar no processo de autópsias e identificação dos corpos. Partem esta quinta-feira de manhã e vão apoiar o Hospital Nélio Mendonça.

Apoio a familiares
José Dias, responsável pela Proteção Civil, avançou que foi criada uma linha de apoio aos familiares das vítimas. Há psicólogos a acompanhar familiares no hotel e no hospital.
autocarro ribanceira queda Quinta Madeira Correio da Manhã
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)