Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

GNR abre processo interno para averiguar almoços festivos que infetaram 31 militares do Porto com Covid-19

Militares não terão, alegadamente, cumprido com normas impostas pela DGS.
Correio da Manhã 23 de Outubro de 2020 às 09:27
GNR
GNR FOTO: DR
A GNR já abriu um processo interno "para averiguar as circunstâncias da ocorrência" após ter sido noticiado esta sexta-feira um surto de Covid-19 na GNR do Porto no seguimento de um almoço de convívio que terá resultado num surto com mais de 30 elementos infetados.

De acordo com o comunicado da autoridade, está implementado um plano de contingência que impõe "cumprimento escrupuloso das medidas de preservação sanitária e conduta social em vigor, designadamente, o distanciamento social, a etiqueta respiratória, a higienização e as medidas de proteção implementadas do antecedente". 

A GNR garante que da situação "não resultou qualquer limitação ao cumprimento da missão" da Guarda Nacional Republicana, pois o efetivo daquela unidade é de 1.625 militares.

Militares terão sido contaminados em dois almoços festivos, um dos quais com 70 pessoas.

GNR Porto Covid-19 ambiente
Ver comentários