Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Hospital Santa Maria em Lisboa encerra salas devido ao amianto após denúncia do Investigação CM

Instituto Doutor Ricardo Jorge vai fazer vários exames para avaliar a quantidade de amianto presente no ar do serviço de neurologia da Unidade hospitalar.
Nuno de Sousa Moreira 20 de Novembro de 2019 às 20:06
Hospital Santa Maria em Lisboa encerra salas devido ao amianto após denúncia do Investigação CM
Hospital Santa Maria em Lisboa encerra salas devido ao amianto após denúncia do Investigação CM
Hospital de Santa Maria, em Lisboa
Hospital de Santa Maria, em Lisboa
Hospital Santa Maria em Lisboa encerra salas devido ao amianto após denúncia do Investigação CM
Hospital Santa Maria em Lisboa encerra salas devido ao amianto após denúncia do Investigação CM
Hospital de Santa Maria, em Lisboa
Hospital de Santa Maria, em Lisboa
Hospital Santa Maria em Lisboa encerra salas devido ao amianto após denúncia do Investigação CM
Hospital Santa Maria em Lisboa encerra salas devido ao amianto após denúncia do Investigação CM
Hospital de Santa Maria, em Lisboa
Hospital de Santa Maria, em Lisboa

Várias salas do serviço de neurologia do Hospital Santa Maria, em Lisboa, foram esta quarta-feira encerradas depois do ‘Investigação CM’ ter denunciado, na segunda-feira, que os funcionários e doentes desta unidade estão em risco devido à elevada exposição a fibras cancerígenas. "Fomos retirados das salas onde trabalhávamos e agora estamos espalhados por outros gabinetes do internamento. O serviço de neurologia está a meio-gás", avançou ao CM um dos funcionários afetados.

Vários trabalhadores já foram contactados pela administração do hospital para efetuarem exames de despiste. As consultas de medicina no trabalho vão decorrer na próxima semana e são fundamentais para avaliar o impacto que o amianto teve na saúde destes profissionais do hospital.

A sala do secretariado do serviço de neurologia é um dos casos mais graves detetados pelo CM. Os funcionários daquele espaço trabalhavam a escassos centímetros de canalizações que libertam fibras cancerígenas, tal como mostram os exames laboratoriais revelados pelo ‘Investigação CM’. Para remendar temporariamente esta situação, estas canalizações foram envolvidas com uma fita adesiva preta. Mas o CM apurou que os funcionários que procederam a este trabalho não estavam devidamente protegidos, tal como exigem as normas europeias.

Nos próximos dias, o Instituto Doutor Ricardo Jorge vai fazer vários exames no local para avaliar a quantidade de amianto presente no ar do serviço de neurologia do hospital Santa Maria.

Também o Ministro do ambiente, João Matos Fernandes, vai ter de ir prestar contas à comissão de ambiente até ao final do ano. Esta comissão aprovou unanimemente esta audiência depois do ‘Investigação CM’ ter denunciado que o Governo se recusava a tornar pública a lista com os edifícios públicos, incluindo escolas e hospitais, contaminados com amianto. Estima-se que em todo o país existam mais de 3700 edifícios do estado com fibras cancerígenas.

Investigação CM Hospital Santa Maria Lisboa saúde hospitais doenças amianto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)