Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Constituídos quatro arguidos após buscas na Câmara de Faro e em empresa municipal

Casas de vice-presidente da autarquia e da mulher alvos de buscas. Escritório de advogado foi também visada.
Correio da Manhã e João Mira Godinho 9 de Julho de 2019 às 16:51
Vice-presidente da Câmara Municipal de Faro, Paulo Santos, e a mulher, Sandra Ramos
Paulo Santos, vice-presidente da Câmara Municipal de Faro
Polícia Judiciária
Vice-presidente da Câmara Municipal de Faro, Paulo Santos, e a mulher, Sandra Ramos
Paulo Santos, vice-presidente da Câmara Municipal de Faro
Polícia Judiciária
Vice-presidente da Câmara Municipal de Faro, Paulo Santos, e a mulher, Sandra Ramos
Paulo Santos, vice-presidente da Câmara Municipal de Faro
Polícia Judiciária
A diretoria do sul da Polícia Judiciária fez esta terça-feira buscas domiciliárias e não domiciliárias na Câmara Municipal de Faro, na empresa municipal AmbiFaro e no mercado municipal.

A 'Operação Mercado Aberto' visa os crimes de participação económica em negócio, corrupção passiva e ativa, peculato, prevaricação e abuso de poderes.

Os arguidos são o vice-presidente da autarquia, Paulo Santos, a mulher deste - que é responsável pela empresa municipal AmbiFaro -, um conhecido advogado da cidade e o diretor-geral da AmbiFaro, Hugo Geraldo.

As casas de vice-presidente da autarquia e da mulher foram alvos de buscas, bem como o escritório de advogado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)