Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Português morre baleado pela polícia na Suíça

Autoridades foram chamadas após situação de violência doméstica.
Fátima Vilaça 17 de Dezembro de 2019 às 09:56
Dionísio Cunha
Dionísio Cunha FOTO: Direitos Reservados

Um emigrante português de Vila Praia de Âncora foi morto a tiro pela polícia, em Genebra, na Suiça, depois de ter agredido a companheira no interior do apartamento onde viviam, na Avenida Industrial do bairro industrial de Acacias. Dionísio Cunha foi hospitalizado em estado crítico, mas não resistiu aos ferimentos.

Esta segunda-feira, o Ministério Público de Genebra emitiu um comunicado a desmentir a morte do emigrante português, mas uma familiar de Dionísio Cunha confirmou a notícia trágica ao Correio da Manhã.

Dionísio Cunha foi atingido a tiro pela polícia dentro do apartamento onde vivia com a família. O incidente aconteceu esta segunda-feira, às 08h30 locais, quando a polícia foi chamada ao bairro das Acacias, por uma mulher que tinha acabado de ser agredida à facada pelo marido. Os agentes foram recebidos por Dionísio, que ainda se encontrava armado. Terá reagido mal à chegada da autoridade, acabando por ser baleado.

O homem foi levado ao Hospital em estado crítico, acabando por não resistir. Quanto à mulher, também sofreu ferimentos graves e continua hospitalizada.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)