Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Filho que escondeu cadáver da mãe nega ter ficado com reforma

Homem garante que não ficou com dinheiro da vítima.
11 de Abril de 2017 às 13:00
Filho da idosa à porta de casa
Vive com cadáver da mãe para ficar com a reforma
Vive com cadáver da mãe para ficar com a reforma
Filho da idosa à porta de casa
Vive com cadáver da mãe para ficar com a reforma
Vive com cadáver da mãe para ficar com a reforma
Filho da idosa à porta de casa
Vive com cadáver da mãe para ficar com a reforma
Vive com cadáver da mãe para ficar com a reforma
O filho da mulher que estava morta há mais de um mês em casa, em Almargem do Bispo, garante que não ficou com a pensão da mãe. 

A CMTV falou em exclusivo com o filho, que assegurou que não manteve o cadáver da mãe por aproveitamento. 

Pedro explicou que a mãe sofreu uma queda em janeiro, foi ao hospital com uma lesão na cabeça, mas voltou para casa para recuperar. O estado dela foi se deteriorando e acabou por falecer "a meio de março", na cama. 

"Não me recordo do dia exato. Sei que a minha mãe não queria ser sepultada, queria ser cremada e eu, sem saber o que havia de fazer à vida, olhe, escondi o corpo", confessa. 

"As pessoas já andavam desconfiadas, que eu não sou parvo. Ontem uma teve coragem [de pedir para entrar em casa], finalmente", disse, aludindo à senhoria, a quem pediu desculpa pelo que "está a passar". 

Quanto à pensão de 454 euros atribuída à mãe, único sustento da casa, Pedro nega que tenha sido esse o motivo que o levou a guardar o corpo. "Nego com todas as forças do meu ser", diz. "Mas as pessoas podem pensar o que quiserem. Se quiserem pensar que ia fugir com 454 euros, que pensem". 

Recorde-se que Uma professora reformada com 73 anos foi encontrada esta segunda-feira morta na casa onde vivia com o filho, em Almargem do Bispo, Sintra. Pedro vivia com a mãe morta há um mês em casa, facto que confessou à PJ, que está a investigar o caso.
Almargem do Bispo CMTV questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)