Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Algarve quer água do rio Guadiana

O Algarve poderá recorrer ao rio Guadiana caso a situação de seca extrema que atinge a região se mantenha nos próximos meses. A hipótese está a ser equacionada pela Junta Metropolitana do Algarve (JMA), que defende a construção de uma barragem na Foupana, entre Castro Marim e Alcoutim, para além da prevista em Odelouca, no Barlavento algarvio. Para já, foi criada uma comissão especial junto da Comissão Nacional da Seca, que tem como objectivo avaliar e colmatar o risco de falta de água na região.
29 de Agosto de 2005 às 00:00
Os níveis nas barragens e aquíferos preocupam os autarcas, que já reactivaram antigos furos
Os níveis nas barragens e aquíferos preocupam os autarcas, que já reactivaram antigos furos FOTO: Nuno Veiga/Lusa
“A questão do Algarve é uma questão específica, pelo que ficou assente que teria de ser tratado de modo particular”, explicou ao CM o presidente da JMA, Macário Correia, que equaciona, não só a transferência de água do rio Guadiana como o recurso à barragem de Santa Clara, caso a situação se agrave na região.
“Provavelmente teremos de captar água no Guadiana, durante a vazante, a partir de um sistema de bombagem para dentro da barragem de Odeleite”, explicou o presidente da JMA, que apela à poupança colectiva: “Houve uma redução dos consumos, entre Junho e Agosto, na ordem dos dez pontos percentuais em comparação com igual período do ano passado”, revelou o também presidente da Câmara de Tavira.
Desde o início do Verão, a empresa Águas do Algarve, principal fornecedora de água na região, reduziu o fornecimento em cerca de 24 por cento.
Macário salienta no entanto a escassez de água nas albufeiras e nos aquíferos da região, em especial o de Querença-Silves, pelo que os autarcas algarvios deverão reunir em Setembro no sentido de estudar novas medidas de combate à seca. A criação de uma fábrica de tratamento da água do mar é outra hipótese em estudo na JMA.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)