Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Algarve regista perdas dramáticas de água

O Algarve regista “perdas dramáticas” de água, alertou ontem o presidente da Junta Metropolitana do Algarve (JMA), Macário Correia, que defendeu a criação de sistemas de controlo de utilização por parte dos municípios, de forma a garantir a devida gestão da água.
25 de Abril de 2006 às 00:00
O preço da água vai continuar a aumentar no Algarve
O preço da água vai continuar a aumentar no Algarve FOTO: António Tilo
Macário Correia, que falava durante um seminário sobre recursos hídricos, promovido pelo Rotary Internacional, na Universidade do Algarve, apontou como um dos principais factores que contribuem para o desperdício de água as constantes rupturas em redes obsoletas, que têm de ser rapidamente substituídas.
O presidente da JMA defendeu ainda, como medida adequada à gestão dos recursos hídricos, o aumento das tarifas da água, de forma a minimizar custos de produção. “A lei das finanças locais determina que nenhum município deve ter tarifários inferiores ao custo de produção. Neste momento há municípios que compram a dez e vendem a cinco”, frisou o autarca.
Os aumentos “exorbitantes” já implementados ou a implementar do tarifário da água e do saneamento nos 16 municípios algarvios foram, no entanto, reprovados pela Assembleia Metropolitana do Algarve, ao aprovar uma moção do Bloco de Esquerda que admite apenas aumentos até ao limite da inflação prevista para este ano.
Durante o seminário foram ainda lembradas, através da distribuição de um folheto, as dez maneiras mais fáceis de poupar água, entre as quais reduzir o tempo dos banhos de chuveiros e evitar os de imersão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)