Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

ALHOS GIGANTES EM ALVERCA

Delfim Martins nem queria acreditar quando de “um dia para o outro, a terra começou a estalar perante as cabeças de alho gigantes que então nasciam”.
4 de Julho de 2002 às 22:21
Natural de Penedono, mas a residir em Alverca, este cozinheiro da GNR, mantém uma pequena horta, na Pasnuqueira, em Alverca, de onde retira as hortaliças para sustento da família. “Até hoje, nunca tinha cultivado nada que obtivesse uma tamanho fora do normal, e agora nasceu isto”, explicou Delfim Martins, de 48 anos. Na terra onde semeou os alhos todas as outras cabeças nasceram dentro do tamanho normal, com excepção destas quatro, cada uma pesando quase meio quilo.

Semeados há quatro meses, “estes alhos nada tiveram a mais do que os outros”, precisou o agricultor. “Amanhei a terra e apenas coloquei estrume de coelho”, acrescentou. Quanto ao destino das cabeças gigantes, Delfim Martins já o traçou: “vão ser devolvidas à terra, em Setembro, para ver se nascem outras ainda maiores”, disse. Sendo o Entroncamento a terra dos fenómenos, a razão dos alhos gigantes fica então explicada: “é que a semente veio dessa zona”, confessou o dono de semelhantes exemplares.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)