Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Alterne junto à Capela

A população de Figueiredo, às portas da cidade de Braga, está revoltada e ameaça tomar “medidas práticas” contra aquilo que considera ser “uma afronta à freguesia”: uma casa de alterne instalou-se junto à Capela de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, no alto do monte com vista para o Bom Jesus, Sameiro e Santuário da Penha.
28 de Fevereiro de 2006 às 00:00
O adro do templo está, inclusivamente, a servir de acesso principal e parque de estacionamento para potenciais clientes da ‘casa de meninas’, onde os populares garantem que a cerveja é vendida a cinco euros, enquanto que um serviço completo pode chegar aos 35 euros.
“A população está indignada, o que é normal, porque estamos a falar de um espaço religioso que é muito acarinhado e visitado por muitas famílias”, sublinhou o presidente da Junta, David Fernandes, que já expôs o problema ao Governo Civil, à Câmara Municipal e à GNR.
O autarca adiantou que, ao que foi possível apurar, o estabelecimento – que estará a ser explorado por três sócios que alugaram a casa a um guarda reformado – não dispõe de qualquer licença de funcionamento. “As autoridades têm dificuldade em comprovar os actos ilícitos, porque a casa está situada no alto de um monte e eles têm uma câmara junto ao telhado, por isso controlam bem a zona”, explica David Fernandes.
Os populares repudiam também o facto de a entrada principal da habitação – onde desde há dois meses e meio funciona a falada ‘casa de meninas’ – ter sido desviada da estrada pública de acesso ao alto do monte para uma zona lateral do adro da Capela, em terreno que consideram ser propriedade da Confraria de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, conforme consta no registo notarial.
A questão está a ser dirimida em Tribunal, mas a Confraria – como adiantou o presidente da instituição, José António Gonçalves – pretende avançar já com algumas medidas, como a instalação de mecos a delimitar o adro da Capela, para impedir o estacionamento de carros no espaço religioso e por forma a “tentar desmobilizar os potenciais clientes da casa”.
ROMARIAS FAMILIARES EM CAUSA
A Capela de Nossa Senhora do Rosário de Fátima abre todos os domingos. Ao fim-de-semana, o recinto é procurado para convívios e local de merenda para muitas famílias. No Verão, a Capela é o palco privilegiado da freguesia para casamentos. Nada que tenha impedido a instalação da polémica casa de alterne.
Apesar de não ter qualquer indicação comercial, chega a reunir mais de uma dezena de automóveis no exterior – segundo garantem os populares, que alertam ainda para o facto de se tratar de uma região onde “muitos trabalhadores da construção civil recebem por semana… Depois, claro que o dinheiro não chega a nada”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)