Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Ama nega abusos sexuais

O caso da menina que, segundo a mãe, terá sido vítima de abusos sexuais pelo filho de uma ama, na Torre da Marinha, Seixal, já foi entregue ao Ministério Público para investigação. A PSP do Seixal já identificou o alegado agressor, um homem de 34 anos, e ouviu a ama, Maria Luísa Carvalho. Contactada pelo CM, ‘tia Luísa’, como é conhecida na zona, nega as acusações, garantindo que nenhum dos dois foi contactado pela polícia. A mãe da menina de nove anos, Tânia, nome fictício, reitera as acusações.
3 de Novembro de 2010 às 00:30
Cartazes estão espalhados pelas ruas da Torre da Marinha, Seixal
Cartazes estão espalhados pelas ruas da Torre da Marinha, Seixal FOTO: Mariline Alves

Segundo ‘tia Luísa', no dia a 15 de Outubro, o filho estava a brincar com a menina e outras três crianças após o jantar. "Estavam a fazer cócegas uns aos outros. Até disse para pararem porque podiam vomitar o jantar. A certa altura, a menina saltou-lhe para as cavalitas e desequilibrou-se. O meu filho deitou--lhe a mão, para ela não cair, e agarrou-a pela perna, na zona da coxa", recordou, acrescentando: "Quando a mãe chegou, contei-lhe o que aconteceu. Mais valia ter mentido. Agora anda a dizer que o meu filho é pedófilo".

Na mesma noite, garantiu Tânia, a filha foi ao Hospital Garcia de Orta, Almada, onde o relatório médico confirmou a existência de um traumatismo no interior do órgão genital. "Quando a fui buscar à ama, ela estava em pânico. Nem a reconheci. Chorava e não dizia nada. Perguntei e a ama disse-me que se tinha aleijado na brincadeira com o filho. A caminho de casa contou-me que o ‘tio' tinha enfiado a mão por dentro das calças e a tinha magoado", disse Tânia, dando conta dos passos seguintes: "Fui à polícia e depois ao hospital. Lá fizeram os exames todos e o médico confirmou ter havido abuso sexual. Quero justiça". A situação foi denunciada à Câmara do Seixal, em e-mail enviado ao Centro de Informação Autárquica ao Consumidor e à Divisão de Fiscalização Municipal, que reencaminhou a denúncia para a Comissão de Protecção de Menores. O CM contactou o Instituto da Segurança Social, mas não obteve resposta. Ao final da tarde de ontem já terão estado fiscais nas instalações da creche.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)