Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Amaral ‘bate’ casal McCann no Supremo

O Supremo Tribunal de Justiça recusou apreciar o recurso interposto pelo casal McCann contra a decisão do Tribunal da Relação de Lisboa, que em Outubro do ano passado anulou a proibição da venda do livro ‘Maddie: A Verdade da Mentira’, do ex-coordenador da Polícia Judiciária, Gonçalo Amaral.

19 de Março de 2011 às 00:30
Gonçalo Amaral
Gonçalo Amaral FOTO: Miguel Veterano Júnior

O livro estava proibido ao abrigo de uma providência cautelar instaurada pelos pais da menina inglesa desaparecida na Praia da Luz, em Maio de 2007, e validada em primeira instância. Amaral estava também proibido de falar sobre o caso. Ontem, ao CM, o antigo responsável pela investigação ao desaparecimento de Maddie comentou a decisão: "Não é nos tribunais cíveis que vão encontrar a menina".

GONÇALO AMARAL MCCANN MADDIE PROCESSO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)