Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Amaral diz que pista de Maddie é aldrabice

Antigo coordenador da PJ nega ter dado uma entrevista a canal australiano.
Rui Pando Gomes 26 de Abril de 2017 às 02:39
Buscas realizadas pela polícia inglesa na Praia da Luz
Maddie
Maddie McCann
Kate e Gerry McCann
Kate e Gerry McCann
Buscas realizadas pela polícia inglesa na Praia da Luz
Maddie
Maddie McCann
Kate e Gerry McCann
Kate e Gerry McCann
Buscas realizadas pela polícia inglesa na Praia da Luz
Maddie
Maddie McCann
Kate e Gerry McCann
Kate e Gerry McCann
Uma aldrabice. É assim que o ex-inspetor da Polícia Judiciária (PJ) Gonçalo Amaral classifica o documentário do canal 7 da Austrália sobre o desaparecimento de Madeleine McCann, que revelou uma pista sobre um funcionário do Ocean Club, em Lagos, onde a criança desapareceu há quase 10 anos.

A produção do programa ‘Sunday Night’ usou imagens do antigo coordenador da PJ a passear na praia. Amaral assegurou ao CM que "é mentira" que tenha dado qualquer entrevista para esse programa.

"Não sei como o fizeram, já passeei em muitas praias, mas nunca com aquela jornalista [Rahni Sadler]. É uma aldrabice, o que só demonstra a falta de credibilidade da dita pista", referiu o antigo investigador da PJ, que acusa os pais da criança inglesa de terem "uma máquina de comunicação poderosa e bem oleada, que ao longo dos anos tem contribuído para a defesa da sua principal preocupação: a sua imagem".

Amaral diz ainda ter ficado "chocado" com a resposta do pai de Maddie à pergunta sobre se mataram a filha, transmitida no documentário. "É estranho que um pai tenha que dizer o que disse. Um simples "não" é mais espontâneo e sincero que um "não, nada" enfático (palavras do pai)", sublinha.
Maddie pj desaparecimento Gonçalo Amaral Madeleine McCann Sunday Night
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)