Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Ana Gomes acusa Isabel dos Santos de controlar JN, DN e TSF através de testa de ferro

Declaração da ex-eurodeputada contra empresária angolana foi feita em tribunal.
Correio da Manhã 17 de Dezembro de 2019 às 17:44
Isabel dos Santos
Ana Gomes
Ana Gomes
Isabel dos Santos
Ana Gomes
Ana Gomes
Isabel dos Santos
Ana Gomes
Ana Gomes
A ex-eurodeputada Ana Gomes acusou esta terça-feira em tribunal a empresária angolana Isabel dos Santos de controlar, através de um testa de ferro, o grupo detentor do Jornal de Notícias, Diário de Notícias e TSF.

Sem referir nomes, Ana Gomes acusou igualmente o referido testa de ferro de limpar a imagem de Isabel dos Santos tanto na imprensa como na wikipedia.

As declarações de Ana Gomes sobre a Global Media Group foram feitas durante o julgamento, a decorrer no Juízo Local Cível de Sintra, da queixa apresentada por Isabel dos Santos contra a também antiga diplomata depois de esta ter acusado a filha do ex-presidente angolano de lavagem de dinheiro.

As acusações de Ana Gomes foram feitas na rede social Twitter e mereceram a queixa de Isabel dos Santos cuja argumentação foi divulgada publicamente pela própria ex-eurodeputada no seu site.

Em declarações à Lusa, a empresária Isabel dos Santos afirmou que a realização do julgamento do processo que interpôs contra a ex-eurodeputada Ana Gomes "já por si é uma vitória" e que pretende "limpar" em tribunal o seu nome de "sucessivas calúnias".

A propósito do julgamento que arrancou esta terça-feira, em Sintra, do processo cível que a empresária moveu após ter sido acusada por Ana Gomes de estar a usar Portugal para "lavar" dinheiro, Isabel dos Santos queixou-se que a agora ex-eurodeputada "tem vindo, há vários anos, a fazer uma campanha politicamente motivada, negativa e falsa" contra si.

"Durante muito tempo, na qualidade de eurodeputada, gozou de imunidade pelo que anteriormente não foi possível tomar nenhuma atitude em relação às falsas acusações e mentiras por ela proferidas. Ao deixar de ser eurodeputada, surgiu pela primeira vez a possibilidade de ir à Justiça reclamar pelo meu bom nome", afirmou. Assegurou que "independentemente do resultado" deste processo, "é já uma grande vitória termos acesso à Justiça e o tribunal ter aceitado julgar este caso, reconhecendo que há matéria para julgamento".

Já a Global Media desmentiu "categoricamente" as declarações da ex-eurodeputada socialista, em comunicado ao CM. "Nenhum acionista e nenhum administrador mantém com a Engª Isabel dos Santos qualquer relação passível de configurar as insinuações proferidas pela Drª Ana Gomes", afirma o grupo liderado por Daniel Proença de Carvalho.
Ana Gomes Jornal de Notícias JN Isabel dos Santos Diário de Notícias DN TSF política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)