Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Anciã roubada por duas vezes

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Vila Real deteve em Atei, concelho de Mondim de Basto, um indivíduo de 22 anos, indiciado pelo assalto a quatro habitações na freguesia e suspeito de outros seis crimes do género, em Setembro, na aldeia de Paradança.
10 de Novembro de 2007 às 00:00
Um dos últimos alvos do detido foi a casa de Maria da Graça Silva, de 89 anos, que mora sozinha numa autêntica enxerga em Sevidaia, e que viu “desaparecer de uma latinha que tinha junto à cama” cerca de dois mil euros. A vítima que vive num “buraco” sem água ou luz, já sofreu outro assalto, no ano passado, quando dois falsos vendedores ambulantes lhe roubaram cerca de quatro mil euros de uma carteira, que tinha escondida num buraco da habitação degradada, e um fio em ouro avaliado em outros dois mil euros.
O suspeito agora detido pela GNR, natural de Nespereira (Cinfães) e residente em Celorico de Basto, tinha na sua posse vário material furtado, nomeadamente um computador portátil, artigos em ouro, telemóveis e até frigoríficos.
Ao que o CM apurou, quanto ao dinheiro roubado à anciã, o detido confessou que foi usado para pagar a renda da casa em atraso e outras dividas contraídas. Presente ao Tribunal Judicial de Mondim de Basto, o indivíduo ficou em liberdade até ser julgado.
Entretanto, Adelaide Silva, sobrinha da vítima, alerta para o drama social em que vive Maria da Graça Silva. “Já não toma banho desde Junho deste ano, padece de falta de visão e defeca num balde cujos dejectos são largados à porta da entrada”, refere, pedindo que alguma instituição intervenha no caso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)