Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Andam a roubar gado no Alentejo

Centenas de cabeças de gado, entre borregos, novilhos, porcos, galinhas, perus e coelhos, têm sido furtadas de várias propriedades no concelho de Aljustrel. Os assaltos, segundo apurou o nosso jornal, terão começado pela altura do Natal e já lesaram mais de uma dezena de criadores de gado desta região do distrito de Beja. Muitos ficaram ainda sem as armas de fogo que possuíam e outros viram desaparecer alguns equipamentos, tais como fios das cercas eléctricas e geradores.
2 de Fevereiro de 2005 às 00:00
Os produtores de gado, desesperados com esta onda de furtos e com os avultados prejuízos que os mesmos estão a causar, pedem à GNR local que se apresse a deter os autores dos assaltos, até porque acreditam que estão a ser realizados por uma “quadrilha organizada”. Fonte desta força de segurança disse ao CM, que todos os casos estão a ser investigados e que os mesmos não apontam para o crime organizado.
Belchior Duarte, residente em Corte Vicente Anes, a poucos quilómetros de Aljustrel, foi uma das vítimas dos larápios. Após ter tido conhecimento de que andavam a furtar gado, este homem, de 53 anos, decidiu passar as noites no monte da sua propriedade. Mas, num serão, foi jantar a casa e quando regressou já não encontrou dois dos 17 porcos de raça alentejana que possui.
“Eles conhecem isto muito bem e quando roubam o gado vão pelos caminhos rurais. Nunca deixam rasto e sabem sempre quando é que nós não estamos”, contou.
Os furtos ocorreram em montes de Corte Vicente Anes, Messejana, Rio de Moinhos e Montes Velhos.
Paulino Fortes, de 65 anos e residente nesta última localidade, foi mais uma das vítimas.
“Na noite de Natal entraram com uma viatura até às pocilgas e depois com ajuda de estrados encaminharam os animais e carregaram-nos para a camioneta. Fiquei sem seis porcos e levaram ainda 200 metros de fio da cerca eléctrica, tudo avaliado em cerca de mil euros”, disse.
Para evitar novas investidas, Paulino Fortes abriu valas perto das pocilgas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)