Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Andou duas semanas desaparecida

Uma adolescente de 13 anos, que estava desaparecida há mais de duas semanas, regressou ontem de madrugada a casa do pai, na Amadora. A jovem apresentava nódoas negras no corpo e o pai suspeita que tenha sido vítima de um “grupo organizado”.
29 de Maio de 2006 às 00:00
Mónica e o pai
Mónica e o pai FOTO: Tiago Vicente
“Andei por aí”, disse ao CM Mónica Colaço, envergonhada por se ter ausentado. Filha de pais separados, Mónica afirma ter aceite o convite de uma amiga de 23 anos e, no último dia 16, fugiu de casa. O que fez, prefere não dizer. “Deixei-me levar por ela e quando quis regressar, ela não deixou”, disse.
Mónica conseguiu escapar através de uma mensagem via telemóvel para a mãe. O pai, António Colaço, exige que a Polícia investigue porque suspeita que a filha tenha sido violada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)